A IGS-Portugal

A Comissão Portuguesa de Geossintéticos (IGS-Portugal) está integrada na Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e é constituída por membros portugueses associados da International Geosynthetic Society (IGS). É uma associação sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, cujos objectivos são os seguintes:

  • Promover e divulgar conhecimentos técnicos e científicos sobre geossintéticos
  • Estimular os avanços da ciência e tecnologia sobre os geossintéticos e suas aplicações
  • Encorajar o desenvolvimento de metodologias de instalação e de controlo de qualidade dos geossintéticos em obra
  • Melhorar a comunicação entre projectistas, instaladores, produtores e utilizadores, fomentando a compreensão sobre o comportamento dos geossintéticos e suas aplicações em obras de engenharia.

A IGS-Portugal foi criada em 29 de Março de 2001, em consonância com a IGS (International Geosynthetic Society). Esta Comissão foi integrada na SPG, tendo sido constituída como Capítulo (Chapter) Português da IGS. O lançamento oficial do Capítulo Português da IGS ocorreu posteriormente, no dia 22 de Setembro de 2002, durante uma reunião da Assembleia Geral da SPG. De destacar o papel da Eng.ª Maria de Lurdes Lopes, à data membro do Conselho da IGS, como impulsionadora para a adesão da SPG à IGS.

Direcção (2016-2020)

  • Presidente
    José Luís Machado do Vale
  • Vice-Presidentes
    António Cristóvão
    Maria da Graça Lopes
    Madalena Barroso
  • Secretário Geral
    José Neves
  • Tesoureiro
    António Cristóvão
  • Secretário Adjunto
    Filinto Oliveira